fbpx

oobras

Como escolher o melhor aplicativo para a gestão de equipes

Como escolher o melhor aplicativo para a gestão de equipes

Diante das necessidades atuais vivenciadas pelos empresários, já está mais do que clara a importância de investir em tecnologias, que se aplicam a qualquer ramo empresarial. Nos últimos anos, a busca por aplicativos de gestão tem atraído gestores que almejam atender as necessidades de seus clientes, bem como, conseguir destaque em meio à concorrência. Dentre as diversas áreas trabalhistas que exigem inovação e recursos eficazes, destaca-se o campo da construção civil, que, embora tenha crescido nos últimos anos, necessita estar, a todo o momento, atualizado.

Uma problemática frequente em construtoras e empreiteiras baseia-se na gestão de equipes, sejam elas externas ou não. Para isso, há diversos aplicativos que podem cuidar de toda a parte de gestão de equipes, mas, é necessário ter muito cuidado no momento da escolha, afinal, a imagem da empresa está diretamente associada aos investimentos que a mesma aplica. Portanto, quais pontos devem ser analisados no momento da escolha do melhor aplicativo para a gestão de equipes?

 

Funcionalidade

A funcionalidade de determinado software diz respeito ao contentamento das necessidades que originaram o projeto, abrangendo requisitos implícitos e explícitos e está completamente ligada à qualidade do código desenvolvido.

 

Adequação

Para garantir a confiabilidade do comprador, o produto deve estar de acordo com o objetivo que originou a sua demanda. Por exemplo, um software para gerenciar clínicas médicas é completamente diferente de um sistema que gerencia equipes.

 

Interoperabilidade

Uma das formas de qualificar um software está na sua capacidade de interoperabilidade, ou seja, ele deve ser capaz de suportar a integração com outras ferramentas já incluídas na máquina do cliente, mesmo se estas ferramentas não forem desenvolvidas pela mesma empresa. Dessa forma, o aplicativo deve ser capaz de interagir com outros sistemas e, para isso, necessita ser desenvolvido com uma linguagem de programação mais abrangente.

 

Segurança

A utilização de um sistema de gestão de equipes diferenciado em sua empresa não deve causar danos, mas sim, contribuir no auxílio de uma logística mais eficiente. Para isso, é importante analisar a capacidade de segurança do aplicativo, tendo a certeza de que suas informações não sejam expostas a qualquer usuário, mas sim, àqueles que possuem uma senha para o acesso. Dessa forma, o vazamento de informações confidenciais da empresa torna-se, na maioria das vezes, nulo, assegurando e certificando que o aplicativo é de confiança.

 

Conformidade

Há várias vertentes que definem se o aplicativo escolhido por um cliente é bom ou ruim, de confiança ou não e, uma delas é a conformidade. Baseia-se em informar-se quanto à transparência do software, a fim de saber se ele está ou não de acordo com a legislação que regula a atividade para qual o mesmo será executado. Além do mais, o sistema precisa ser desenvolvido em conformidade com as leis que regulamentam o setor da Tecnologia da Informação, especialmente a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) que deve entrar em vigor a partir de janeiro de 2021. Esta lei consiste em delimitar o uso de dados de terceiros por empresas e governos (HOUSE, 2019).

 

Usabilidade

Grande parte dos usuários, clientes e empresas que utilizarão a plataforma desejada, não compreende as linguagens de programação, são leigos no assunto. Dessa forma, o aplicativo deve ter uma fácil usabilidade, a fim de atender todo o público para qual o sistema foi pensado e desenvolvido, bem como, os usuários devem sentir-se confortáveis ao interagir com o sistema.

 

Inteligibilidade

A finalidade de um aplicativo de gestão baseia-se em, nada mais, nada menos do que atender as necessidades da empresa, auxiliando na logística que a mesma seguirá. Portanto, no momento de escolha do melhor aplicativo para a gestão de equipes, é possível analisar a inteligibilidade do mesmo, ou seja, conseguir compreender o objetivo do uso do aplicativo, afinal, este é o primeiro passo para reconhecer os recursos disponíveis, viabilizando os resultados esperados no momento da compra.

 

Operacionalidade

Uma empresa funciona o tempo inteiro, sempre há alguém pensando nos próximos passos da organização. Para isso, é necessário garantir a continuidade do funcionamento de determinado aplicativo. Os recursos disponíveis aos compradores de qualquer software devem ser funcionais e estar disponíveis durante todo o tempo. Ainda, ele deve ter a capacidade de executar infinitos códigos de forma ininterrupta, ou então, a empresa responsável pelo desenvolvimento do aplicativo deverá informar o comprador quanto às limitações do mesmo, para que a organização não seja prejudicada.

 

Eficiência

O software deve apresentar um nível de funcionamento mínimo e máximo para que seja possível mapear o comportamento do aplicativo em relação aos recursos disponíveis pelo mesmo, integrando ao tempo de resposta para cada ação tomada dentro da plataforma. As funcionalidades descritas na venda do produto necessitam ser compatíveis à usabilidade do comprador.

 

Manutenibilidade

A probabilidade de algumas falhas ocorrerem no decorrer do uso de quaisquer aplicativo é muito alta. Sendo assim, rápidas ações devem ser tomadas para solucionar o problema da forma mais eficiente e vertiginosa possível. Isso se aplica, da mesma forma, para as atualizações do aplicativo. 

Para Sommerville (2008), Engenheiro de Software, o gerenciamento da qualidade de um software pode ser dividido em três atividades principais, são elas:

  • Garantia de qualidade, que consiste em estabelecer procedimentos e padrões que conduzam ao desenvolvimento do sistema de alta qualidade;
  • Planejamento de qualidade, visando selecionar os procedimentos e padrões adequados e adaptá-los a um projeto de programação específico, o que vai de acordo com as recomendações do PMBOK (2008) – Project Management Body of Knowledge, na língua portuguesa, Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos; 
  • Controle de qualidade, a fim de definir e aprovar processos que garantam que os procedimentos e padrões de qualidade sejam seguidos (GONÇALVES, 2013).

Após a leitura do artigo, pode-se destacar a plataforma OObras, que foi desenvolvida pela empresa Singular Sistemas e, garante a melhor escolha para o gerenciamento de equipes, bem como, de obras. O OObras apresenta recursos infinitos que irão te surpreender, além de atender a todos  os critérios para a escolha do melhor aplicativo para a gestão de equipes. Não fique de fora dessa, experimente o aplicativo OObras clicando aqui e mude completamente o seu conceito acerca do gerenciamento de equipes, a facilidade irá te surpreender!

REFERÊNCIAS

GONÇALVES, Leandro da Costa. Qualidade de Software. 2013. Disponível em: http://www.semeru.com.br/blog/qualidade-de-software/. Acesso em: 04 set. 2020.

HOUSE, Nata. O que é um bom software? Identifique essas 5 características! 2019. Disponível em: https://natahouse.com/pt/o-que-e-um-bom-software-identifique-essas-5-caracteristicas. Acesso em: 04 set. 2020.

Gestão de equipes externas

Siga nossas redes sociais