fbpx

oobras

Como diminuir o custo em suas obras

Como diminuir o custo em suas obras

Essencialmente, um bom planejamento é a base de uma obra enxuta e sem gastos excessivos. Entretanto, não é somente o planejamento que garantirá o respeito ao orçamento. Para seguir o planejamento do projeto e manter a obra sem desperdícios, é necessário acompanhamento diário à cada etapa do processo de desenvolvimento da obra. Afinal, existem muitas variáveis que podem interferir na equipe. Sendo assim, é imprescindível uma gestão eficaz que mantenha a equipe focada nas atividades. Quando fala-se em obras custosas ou caras, refere-se a desperdícios. Para isso, tem-se como possível solução o método “Lean Construction (Construção Enxuta).

Definição segundo Juliana Sanches Venturini: Lean Construction, ou construção enxuta, é a aplicação da mentalidade enxuta no setor da construção. Essa abordagem já faz parte do dia a dia de algumas construtoras e profissionais do setor.

Segundo estudo realizado pela Escola Politécnica da USP, as perdas na parte dos  materiais chegam a 8% e as perdas financeiras, inclusive aquelas relacionadas ao retrabalho, chegam a 30% da obra. Sobre isso, cabe destacar os nove gêneros de desperdícios existentes durante a execução da obra, de acordo com Aldo Dórea Mattos. Sendo eles:
I. Espera
II. Movimentação
III. Processos desnecessários
IV. Área inutilizada
V. Transporte
VI. Estoque
VII. Produção Excessiva
VIII. Defeito
IX. Atraso

 

Como Evitar Desperdícios na Obra

Possuir uma equipe que saiba efetuar a própria tarefa refletindo no todo é muito importante. Afinal, pode ocorrer de um tarefa executada por um funcionário não obedecer ao padrão do projeto. Posteriormente, isso acarretará em gastos desnecessários para reparo, no caso, gerará mais um desperdício.

Defeitos também são erros que consomem tempo, dinheiro, além de gerar retrabalho. É preciso evitar ao máximo este tipo de desperdício, afinal, enquanto a equipe está efetuando um reparo em algo que já devia estar pronto, os funcionários perdem tempo útil, que seria destinado à outras tarefas. Sobre isso, a disseminação do conhecimento das atividades entre as equipes é fundamental para a sincronia e para evitar possíveis erros já cometidos anteriormente.

Outra maneira para solucionar falhas, é o investimento contínuo na capacitação dos empregados. Essa capacitação pode ser feita através de palestras, cursos, workshops e demais meios. Dessa forma, os próprios trabalhadores conseguirão visualizar possíveis equívocos no projeto e preveni-los

Outro ponto fundamental é a logística. Como mostrado por Iamara Rossi Bulhões e Flávio Augusto Picchi, a movimentação dos materiais e a espera pelos mesmos é uma etapa do processo de construção que não agrega valor ao custo final do projeto. Sobre isso, é interessante a criação de uma logística que vise a menor quantidade de movimentações de transporte. Dessa maneira, será desperdiçado menos tempo e dinheiro.

Além das soluções já descritas acima, há uma solução em relação ao monitoramento das atividades dos funcionários. Essa solução consiste em uma ferramenta que  controla as tarefas das equipes, bem como a parte burocrática das instalações. Então, todo o tempo anteriormente desperdiçado para fazer relatórios, coletar assinaturas e buscar documentos será detonado. Agora você pode ter de maneira centralizada e automatizada, todas as informações relacionadas ao andamento da obra em sua mão. Essa plataforma conta com muitos recursos que causarão grandes diferenciais na gestão de suas construções, além do que, tornará as suas equipes mais eficientes. Clique aqui e conheça mais sobre essa poderosa e inovadora ferramenta. Clique aqui e conheça mais sobre essa poderosa e inovadora ferramenta.

 

Referências 

BULHÕES, Iamara Rossi; PICCHI, Flávio Augusto. Diretrizes para a implementação de fluxo contínuo em obras de edificações. 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1678-86212011000400014&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 23 jun. 2020.

MATIAS, Leandro; NUNES, Alane Fernandes; CRUZ, Rita de Cássia Alves Leal. Desperdícios na construção civil. 2018. Disponível em: http://periodicos.iesp.edu.br/index.php/campodosaber/article/view/120. Acesso em: 21 jun. 2020.

MATTOS, Aldo Dórea. Desperdício na construção para a Lean Constructions (3/3). 2019. Disponível em: https://www.buildin.com.br/desperdicio-na-construcao-lean-construction/. Acesso em: 21 jun. 2020.

VENTURINI, Juliana Sanches. Proposta de ações baseadas nos 11 princípios Lean Construction para implantação em um canteiro de obras em Santa Maria. 2015. Disponível em: http://coral.ufsm.br/engcivil/images/PDF/1_2015/TCC_JULIANA%20SANCHES%20VENTURINI.pdf. Acesso em: 22 jun. 2020.

Gestão de equipes externas

Siga nossas redes sociais